POSITAL

Senha ou email incorretos. Por favor, tente novamente.

DeviceNet e CAN

canopen_encoder

Características do CANopen

A comunicação de dados é feita através de telegramas de mensagem. O COB-Identifier, que determina a prioridade da mensagem, é feito a partir do código da função do número de nodo. Em geral, os telegramas podem ser divididos em um e até 8 bytes seguintes. O COB-Identifier, que determina a prioridade da mensagem, é feito a partir do código da função e do número do nodo. Cada número de nodo é atribuído exclusivamente a cada um usuário.

Controller Area Network

CAN significa Controller Area Network – rede de controle de área, e foi desenvolvido pela empresa Bosch para aplicações na área automotiva. CAN não funciona com endereços, mas com identificadores de mensagem. Entretanto, CAN tem sido cada vez mais utilizado em aplicações industriais. CAN é um sistema multi-controlável, isto é, todos os usuários podem acessar o bus a qualquer momento contanto que ele esteja livre.

Acesso ao bus

O acesso ao barramento é feito de acordo com o princípio CSMA / CA (acesso múltiplo pelo Carrier Sense com prevenção de colisão), ou seja, cada usuário ouve se o bus está livre e, nesse caso, é permitido enviar mensagens. As mensagens podem ser recebidas por cada participante. Controlado por um filtro de aceitação do participante, ele aceita apenas as mensagens que são destinadas a ele. Se dois usuários tentam acessar o bus simultaneamente, aquele com a maior prioridade (identificador mais baixo) recebe a permissão para enviar. Usuários com menor prioridade interrompem a sua transferência de dados e irão acessar o bus quando ele estiver livre novamente. As mensagens podem ser recebidas por qualquer participante. Controlado por um filtro de aceitação, o participante aceita apenas as mensagens que são destinados a ele.Os encoders rotativos POSITAL são compatíveis com dois protocolos CAN: CANopen e DeviceNet.

Características do CANopen

A comunicação de dados é feita através de telegramas de mensagem. O COB-Identifier, que determina a prioridade da mensagem, é feito a partir do código da função do número de nodo. Em geral, os telegramas podem ser divididos em um e até 8 bytes seguintes. O COB-Identifier, que determina a prioridade da mensagem, é feito a partir do código da função e do número do nodo. Cada número de nodo é atribuído exclusivamente a cada um usuário.

Tipos de telegramas compatíveis

Com um encoder rotativo POSITAL esse número é atribuído por comutadores de volta numéricos codificados na tampa de conexão. O código de função varia de acordo com o tipo de mensagem transmitida: PDOs (Process Data Objects) são necessários para a troca de dados em tempo real. Como estas mensagens possuem alta prioridade, o código de função e, portanto, o identificador é baixo. SDOs (service data objects) são necessários para a configuração do nodo do bus (por exemplo, transferência de parâmetros do dispositivo). Como estes telegramas de mensagem são transferidas de forma acíclica (geralmente apenas quando rede está sendo energizada), as prioridades é baixa.

Caracteristicas do DeviceNet

Este protocolo é usado principalmente por Rockwell / Allan Bradley. A comunicação é feita também por telegramas mensagem (identificador de 11 bits e 8 bytes subseqüentes). O DeviceNet usa a mesma camada física que o CAN, combinado com o CIP. O Protocolo de Comunicações e Informações (CIP) é um protocolo de comunicação para transferência de dados de automação entre dispositivos. A comunicação é feita também por telegramas de mensagem (11 bits de identificador e 8 bytes subseqüentes).